quarta-feira, 27 de julho de 2011

Oito dicas para escrever bem

Depois de entrar neste mundo da escrita, acabei elaborando uma regras bem simples de como escrever algo, seja redação, conto, paródia, livro ou até mesmo um artigo técnico. Claro que receita de bolo todos podem ter, portanto não se restrinja a crer que está é a verdade absoluta, desafie e busque descobrir sua própria receita. Claro que não é tão difícil e verá que não ficaremos tão distantes assim, aliás acabei descobrindo muitas pela Internet, mas um coisa é certa;
 
Não tem como fugir:
1 - Tenha o hábito de ler: Nunca fiquei sabendo de alguém que se metesse nesse mundo da escrita, que não tenha passado pelo mundo da leitura. Quando não se tem o hábito da leitura, acaba-se longe do contato com a boa escrita. Ou seja, evite ser um escritor de MSN, onde a forma de escrita faria qualquer escritor antigo se revirar no túmulo.

2 - O seu trabalho é visto como uma extensão da sua pessoa: Atenção ao que escreve, procure pedir opiniões, principalmente de pessoas próximas, irmãos, pais, tios, avós ou até mesmo filhos, pois eles tendem a lhe conhecer bem e podem lhe fornecer um bom retorno sobre suas características pessoais. Mesmo que o retorno não lhe agrade, procure avaliar se não tem passado uma imagem diferente da que acredita estar passando. Uma coisa é como nos vemos e outra é como nos vêm. Rescreva se necessário e disserem que seu trabalho não está perfeito, entenda que todo retorno deve ser recebido de mente aberta. Reclamar e choramingar não vai ajudar em nada, seja crítico com você mesmo(a), até mais que os outros.

3 - Pesquise e estude sobre o que pretende escrever: Isso mesmo, hoje a Internet é um vasto campo de pesquisas. Antigamente era muito mais difícil, pois um escritor, dependendo do tema escolhido, tinha que viajar muito para conseguir informações. Hoje a Internet e o celular  encurtam caminhos.

4 - Entreviste pessoas ou conheça ideias parecidas:Seja original, mas procure saber quais caminhos foram percorridos, por quem teve ideias parecidas, só o confronto de pensamentos é que vai possibilitar escolher um caminho original. Caminhar por onde todos caminham, não lhe garante que vá chegar ao mesmo lugar, neste caso vão ver-lhe como mais um(a)

5 - Inspire-se ou espere até estar inspirado: Isso mesmo, ou tenha algo que lhe mantém inspirado(a) ou então evite ficar se desgastando mentalmente com a cobrança da necessidade. Um escritor que se prese tem sempre à mão pelo menos um lápis e um pedaço de papel. Anote palavras que vão ajudar a lembrar da ideia ou faça desenhos, sinceramente não importa o que vai fazer, isso é com você, mas evite deixar para lembrar depois, muitas ideias são como um piscar de lâmpada e se deixar passar, mal vai lembrar depois.

6 - Leve-se à sério. Nunca se satisfaça com pouco, seja perfeito(a): Se for para fazer qualquer coisa é porque nem se preocupou com os outros itens acima. Se quer passar vergonha nem precisa se meter a escrever, basta sair com um sapato de cada cor e com pasta de dente escorrendo pelo canto da boca. Asseguro que será visto(a) como louco(a) ou sem noção. Tenha em mente a importância deste projeto para você. Mas evite a sobrecarga emocional, isso pode lhe impedir de conseguir perceber detalhes importantes no que está fazendo.

7 - Acredite em você: Se não puder acreditar em você, ninguém vai acreditar, saiba perceber onde precisa melhorar e ataque este ponto. 

8 - Leia: Seja um devorador(a) de literatura, leia tudo o que lhe cair nas mãos, não tenha preguiça. Leia prestando a atenção às palavras, ao contexto e procure a ideia central. Com o tempo perceberá que bons escritores não atacam a ideia central logo no início, mas conduzem o leitor até lá.

Quer saber mais sobre meus trabalhos, procure por "J.C.Hesse" ou por "Tallek Mox" e se gostar poste um comentário, ficarei agradecido.

Boa sorte,
J.C.Hesse

Um comentário:

Elisandra disse...

JC simplesmente adorei as dicas, e sabe que uma coisa é certa. Todo leitor que ama ler livros, já pensou em escrever um, nem que seja, para ver aonde vai chegar. Eu já tive tantas ideias, elas surgem e se vão. Eu penso, penso e penso...se meus pensamentos escrevessem sairia um livro...rsrs...ja tenti fazer contos, escrever sonhos e tive ideias para fazer livros. No entanto travo quando desenvolvo tudo que desejo, não consigo ir adiante, pois quando leio eu vivo a historia. É como se eu não estivesse lendo e sim vendo tudo. De repente seja esse o motivo de eu não conseguir escrever um história continua. Nossa falei demais, sou tagarela mesmo...rsrsr...bem o fato é que por enquanto sou somente uma devoradora de livros...Ha queria sugerir uma coisa: Poderia adicionar ao seu blog o gadget Seguir por e-mail? Pois amaria receber no meu e-mail suas postagens.

Beijokas elis!!!!!
http://amagiareal.blogspot.com/