quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Arriscando

Ei! Você resolveu passar por aqui? Que bom, sabia que um dia isso poderia acontecer. Desculpe a bagunça, sabe como é, visitas de surpresa muitas vêzes acabam mostrando nosso eu, expresso em nosso habitat. Mas deixemos isso para lá, venha aqui para o jardim. É que a natureza, mesmo que não pareça, sempre está buscando o equilíbrio. Vai logo, venha!

Imagine-o, é um jardim amplo, coberto de flores do campo. Pense nas cores primeiramente e depois deixe que as cores se transformem em flores.Agora pense em um leve perfume e numa leve brisa, deixe que a brisa comece a levar este perfume, espalhando-o por todos os lados.

Agora sim! Temos o jardim, com as flores, o perfume e uma leve brisa. Vamos caminhar, gosto de falar enquanto caminho, talvez por vergonha de olhar diretamente nos olhos, não sei ao certo. O medo da reprovação, talvez. Talvez enquanto caminho meus pensamentos caminham também.

Sabe que eu não acredito em amor a primeira vista? Pois é, não acredito! Mas acredito em interesse a primeira vista, quando olhamos e desejamos. Não falo de um desejo físico, mas do desejo da proximidade, da atenção dispensada e até da troca de olhares. O amor está no próximo degrau, quando percebemos, já estamos nele.

O amor não percebe o tempo. Sonho em sentar num banco de praça e lhe pedir para namorar comigo, namorar no sentido de namoro mesmo, não é ficar por um longo período. Não tenho vergonha de namorar, nem precisaria de anel de compromisso. Lhe daria apenas dois segundos para pensar sobre tudo isso. Teria que decidir rapidamente, uma vida em dois segundos? Acredita que isso possa acontecer? Responderia sim? Quem sabe?

O que faria de sua vida se soubesse que um dia teve diante de si o grande amor de sua vida, e disse não? Não há segredo! A vida não escreve os caminhos, eles surgem e nós escolhemos seguí-los ou não. Então trata-se de arriscar. É disso que estou falando, vamos arriscar. Vamos arriscar um namoro e nos jogar na vida, juntos!

Obrigado, é só!

Abraços, J.C.Hesse - Autor da obra Tallek
Autor e Auxiliar Administrativo do Clube dos Novos Autores
Meu Twitter: JCHesse

2 comentários:

Elisandra disse...

Fantástico o texto, me fez lembrar que eu tive coragem de arriscar e deu muito certo.

beijokas elis!!!

Tania valeria disse...

Muito bom, realmente um texto muito bem elaborado, demostrando uma boa pitada de romantismo, e um grande apelo a toda a beleza da nossa riquissima flora... Aguardo mais publicações, que nos encantam e emocionam... beijos!!!