segunda-feira, 25 de julho de 2011

Promover os artistas anônimos

Saia do anonimato
Você tem algo a apresentar para o mundo? Algo que gostaria que os outros conhecessem, mas que ainda não conseguiu alavancar o suficiente? Talvez esteja fazendo da maneira errada ou mais difícil. Trabalhar só e conseguir crescer o suficiente para que seu talento saia da obscuridade pode levar um tempo demasiadamente grande, para os padrões de hoje. 
Quando um profissional saia procurando emprego, percorria a cidade, indo de empresa em empresa entregando currículo (claro que ainda existem estes profissionais). Quando um vendedor queria vender seus produtos também ia de porta em porta (tá bom, ainda existem estes "chatos"). Mas como fazia um escritor? Um músico? Uma banda? Tinham que expor seus produtos, colocar-se à prova do público e receber críticas.

Tudo isso ainda vai continuar, o profissional, o vendedor, o músico e outros tantos, caminhando atrás de seu reconhecimento. Mas a Internet está ai e já mudou a vida de muitos destes "seres privilegiados". Agora está surgindo uma nova tendência, depois dos sites de ofertas de empregos e compras coletivas, agora há uma outra categoria, a "promoção de artistas". Neste primeiro momento a tendência são os escritores, e isso vai interessar diretamente a eles, principalmente aos anônimos.

Vejo ai uma oportunidade de engajamento de outras possibilidades,  uma "nova onda". É algo simples e embrionário, mas a tendência é que vá crescendo muito rapidamente, pois boas ideias logo são copiadas. O importante é que todos os anônimos poderão começar a sair de seu "casulo".

Vá conferir e se houver algo que se interesse em expor, converse com a autora do blog, entenda como funciona, vai que...


Procure-me pela internet, digite no google "J.C.Hesse" ou "Tallek Mox", nos vemos por ai.
De seu futuro e eterno amigo.
J.C.Hesse

Um comentário:

Drisph disse...

Ola querido parceiro!
Passando aqui para prestar meu agradecimento em comentar em meu blog, e divulgá-lo no teu, Obrigada!!! Assim funciona! Sairemos do anonimato; creia nisso.
Abraços!